Nossa história

A ONG amar é simples surgiu no ano de 2013 com o objetivo de motivar as pessoas a doarem seu tempo e suas habilidades.

A idealizadora do projeto, Melissa Gomes, participa de projetos sociais desde a infância e percebeu, durante os anos de experiência, que o voluntário age em muitos casos de forma isolada, não organizada e visando uma ajuda emergencial ou momentânea. Além disso, o que se percebia era um trabalho voluntário voltado para a doação material e financeira, muitas vezes praticada de forma impessoal e sem um contato com os beneficiados.

Após lançar a ideia de uma postura voluntária diferente, voltada para uma atuação consistente, os membros da amar é simples trabalharam como grupo, aprimorando a ideia inicial. Hoje promovem ações para mobilizar jovens interessados em ajudar o próximo e otimizam o trabalho voluntário. A organização visa, ainda,  contribuir para reverter o baixíssimo índice de voluntários jovens no Brasil. Segundo pesquisa do Datafolha (2013), oito entre dez jovens no país nunca se envolveram com trabalhos voluntários. 

Os participantes da ONG podem realizar diversas ações, que vão desde a doação de sangue até projetos para auxiliar na recuperação de condenados. Para ser um voluntário basta estar disposto a compartilhar um pouco do seu tempo. Toda e qualquer habilidade, profissional ou não, é muito bem vinda!

Contando com a riqueza e a pluralidade de ideias e identidades, a AES apoia e possibilita que seus voluntários tenham autonomia para desenvolver e implementar os seus próprios projetos. 

Para que tudo isso seja possível, a amar é simples baseia-se na realidade e na força das interações e vínculos que são criadas em redes. Através da mobilização e da difusão de ações voluntárias, é possível usar o círculo social de cada um em favor de muitos que necessitam de atenção, de capacitação e de oportunidades.